O que levar na mala para Europa no verão – guia completo

Está com uma viagem marcada para a Europa no verão?

Independente do país de sua escolha (as capitais da moda são uma recomendação incrível!), essa, com certeza, será uma oportunidade única de curtir praias lindas, cidades históricas, culinárias incríveis e pontos turísticos inesquecíveis.

Mas, para isso, é essencial planejar e montar uma boa mala.

A maioria das companhias aéreas têm um limite de até 23kg para malas grandes e 10kg para malas de mão e, como o despacho de bagagens é cobrado em Euros, passar dessa quantidade pode resultar em gastos bem custosos.

Por isso, nós, do Blog da Capodarte, preparamos um guia completo, conciso e bem preparado do que levar na mala para a Europa no verão. Siga as dicas, garanta porta passaporte e o porta documentos em mãos e vamos partir para a aventura!

1. Roupas e acessórios

Para viagens, o segredo é levar roupas que não amassam e que possam ser usadas em várias combinações. Cada espaço da mala é valioso, então recomendamos escolher peças básicas que já estão entre as suas preferidas e mais usadas.

Se você não usa no Brasil, há pouquíssimas chances de fazê-lo no exterior.

Seguir uma paleta de cores complementares ou análogas entre si também é bem importante, pois aumenta as possibilidades de looks.

Por exemplo, de nada adianta levar uma calça verde militar e blusas amarelas ou azuis: as peças não ficam boas juntas e, portanto, estão eliminando uma oportunidade de composição. Eis as que recomendamos:

  • Camisetas com cores sóbrias que ficam boas tanto com saias, calças e shorts;
  • Cintos para transformar as modelagens das roupas em dias diferentes;
  • Calças que podem ser usadas durante o dia em um parque e à noite em um restaurante;
  • Tops e vestidos leves para dias quentes que podem receber sobreposições caso o clima esfrie;
  • Sapatos confortáveis e atemporais, como os mules e os tênis;
  • Roupas de banho;
  • Meias e roupas íntimas para cada dia de viagem;
  • Ao menos uma sandália sofisticada para noites especiais;
  • Uma blusa de manga comprida e um casaco caso esfrie em algum momento;
  • Bolsas curingas para todo tipo de ocasião, como a clutch.

Sobre os acessórios e joias, recomendamos não levar muitos, pois eles podem causar problemas no raio x do aeroporto.

Leve apenas algumas opções simples que combinam com todas as roupas e quem sabe um ou outro colar especial para complementar as composições mais chiques.

Veja também: Vestido com bota – ideias com a combinação do momento

2. Higiene e saúde

  • Escova de dentes e creme dental;
  • Elásticos de cabelo extras;
  • Álcool em gel;
  • Produtos de sua rotina de cuidados com a pele;
  • Shampoo, condicionador, cremes, hidratantes que obedecem o limite de milímetros do avião;
  • Itens de primeiros socorros (gaze, termômetro, band-aid);
  • Remédios para alergia;
  • Remédios usuais para questões como dor de cabeça e cólica.

Os medicamentos são necessários pois cada país tem diferentes regras para a sua comercialização e você pode não conseguir comprá-los sem receita.

3. Eletrônicos

Não podemos deixar passar a oportunidade de fotografar os destinos incríveis, os centros históricos e as paisagens deslumbrantes da Europa, não é mesmo?

Essas são algumas opções que você pode levar para registrar os momentos especiais e outros eletrônicos importantes:

  • Câmera fotográfica;
  • Polaroid;
  • Go Pro;
  • Notebook (para emergências de trabalho);
  • Fone de ouvido;
  • Tablet;
  • Kindle ou outro leitor digital;
  • Carregadores para os respectivos eletrônicos;
  • Mochila para carregar todos esses itens frágeis com segurança.

Pontos importantes para considerar

Por mais que o guia que listamos acima seja bem assertivo e curinga, precisamos nos lembrar que a Europa é o maior continente do mundo.

Há uma imensidão de possibilidades de destinos que incluem desde a Itália e a França até a Rússia e a Suíça, dois lugares com extremos de temperaturas bem diferentes no verão.

Ou seja, não dá para generalizar a viagem e seguir as dicas à risca para todos os países. Para te ajudar a personalizar a sua mala de forma certeira, preparamos alguns pontos fundamentais que devem ser considerados:

  • Qual país (ou países) vai visitar;
  • A temperatura média do local e a previsão para o período;
  • Pretende visitar mais destinos chiques e formais ou mais tranquilos?
  • O destino é mais voltado à natureza, cidade ou praia?
  • A quantidade de tempo que vai passar viajando;
  • O tipo de acomodação que vai ficar (hotel, Airbnb, pousada, hostel).

A partir dessas considerações, você pode entender melhor o que precisa estar na mala ou não.

Por exemplo, se você quer visitar vários museus e restaurantes com estrelas Michelin, pode ser interessante deixar os moletons um pouco de lado e levar alguns dos vestidos e calçados sofisticados que já tem.

Dessa forma, não precisará passar o aperto de ter que comprar essas peças às pressas antes dos eventos e pode curtir cada passeio com a segurança de que este e o próximo look estão garantidos.

Nesse caso, a vantagem é ainda melhor pois, caso precise, pode comprar um moletom extra e usá-lo no avião de volta sem gastar o valioso espaço da mala.

Pronto! Agora você já tem tudo o que precisa para montar uma mala perfeita para a Europa no verão. Caso queira conhecer peças que têm um DNA italiano que combina perfeitamente com a viagem, passe no nosso site e confira os sapatos e bolsas Capodarte.

Avalie este post